Crunchyroll…é pá vê ou pá comer?

Dizem por aí que Crunchyroll é a “Netflix dos Animes” e está conquistando muitos fãs no Brasil e claro que a Bia foi atrás para entender.

O serviço chegou no Brasil em 2012, com forma de superar a pirataria de animes, mangás e doramas com o conceito de streaming, começando pela conta gratuita até a premium+, sendo a premium no valor de R$25 mensais e a premium + por R$40 mensais, lembrando que compartilhando essa mensalidade sempre mais barato (#boracompartilhar).

A comparação com a Netflix é válida no sentido de ser conteúdo em streaming, mas o portfólio de serviços é bem diferente. Enquanto a Netflix é focada em séries e filmes, o Crunchy (para os íntimos rs) está bem definido na cultura japonesa (mangás, animes, etc).

O Crunchyroll também conta com algumas novidades, que vale destacar aqui:

#1. SIMULCASTS

Com a internet globalizada, o que mais sofremos é quando o anime já saiu lá no Japão, nos esbarramos em vários spoilers e depois de mil anos…finalmente chega no Brasil. O Crunchy vem para solucionar este problema e evitar a ilegalidade, pois, depois de 1 hora da transmissão japonesa, o conteúdo já está disponível na plataforma brasileira!

(Aiii eu vi vantagem!)

#2. NOTÍCIAS

Existe um conteúdo cheio de notícias sobre o que está rolando no mundo animes com diferentes redatores, bem estilo blog mesmo, onde as pessoas possam expressas suas opiniões.

#3. ACESSO GRATUITO

Apesar de ter a conta premium, o Crunchy é bem democrático, deixando o acesso livre às notícias e de alguns episódios para assistir, claro que eles não iam deixar de colocar ads, mas pelo menos temos essa opção grátis!

#4. HD

Nada como assistir as batalhas de Brave, One Piece e Yu-Gi-Oh em alta definição.

#5. VARIEDADE

Não dá para reclamar da falta de diversidade. Tem para todos os gostos, jeitos e formas. Legendados e dublados.

Bora testar?

(Visitado 133 vezes, 1 visitas hoje)

Leave a Reply:

O seu endereço de e-mail não será publicado.